GP Brasil 2011: Saudades da Era Piquet e Senna

Saudades da Era Piquet (e Senna)

E fomos nós pra epopéia de torcedor no GP Brasil de Fórmula 1 !!   Coisas do tipo levantar cedo no sábado e (muito mais) no domingo, levar frascos de bloqueador solar, ter sangue frio pra pegar filas para tudo e pra pagar por um (quase) lanche o preço de um almoço dos bons em outro lugar.  Já o barulho ensurdecedor (literalmente) faz parte, é uma das coisas mais marcantes, e é uma heresia se queixar dele....
Mas ver aquilo tudo ao vivo vale cada centavo (pra quem gosta é claro)!

De corrida ao vivo, foi a minha terceira (as outras, da era Senna).  De "acompanhante" do assunto, posso dizer - entregando a minha idade - que sigo desde criança e dos tempos do bicampeonato do Emerson....

Então, seguem os comentários..........



Foi muito bacana ver o carioca-brasiliense Nelson Piquet, (de quem muitas pessoas hoje devem ter ouvido falar só por alto, já que ele não é chegado a publicidade) dar aquelas voltas no circuito com a "sua" Brabham (esse era o nome do carro e da equipe...) para comemorar os 30 anos do primeiro campeonato dele.   Em tempo, para quem não sabe, ele foi tri-campeão.
Também foi nostálgico ouvir de novo seus comentários, com sua super-sinceridade e azedume típicos.  Ele foi, dos três campeões brasileiros na F1, o menos políticamente correto, o que quase sempre tornava suas respostas aos repórteres verdadeiras pérolas.  Mas como compensava torcer naquela época !  O cara era bom nas pistas e nas táticas.  Muitas equipes chegaram a copiar os truques que ele inventava.

Mas voltando ao ocorrido..... o cara tava animado, o carro velhinho ainda estava enxuto (no design e no motor, redondinho), e teve aquele sabor fantástico de "anos 80".  Era pra tirar 10, até ele sacar aquela bandeira do "Váxxco" na última volta........ ahahahah   esse é o Piquet.......... 



E aí vem a corrida.  E o que vemos?  Uma repetição das corridas desses últimos tempos, onde cada vez mais o equipamento e o dinheiro se sobressaem ao "braço".  E onde manobras mais ousadas são vistas como "atitudes agressivas" e punidas na lata.   Caso do Bruno Senna, dessa vez.   Saudades das disputas na pista de Piquet x Mansel, Senna x Prost.........

Dos pilotos brasileiros, com base nessa temporada toda, pouco se esperava e pouco se fez ontem........ e aí o Galvão ficava "fazendo a dança da chuva" pra ver se melhorava a chance dos nossos pilotos, já que em condições de pista seca.............. baubau.

E após a bandeirada o Massa procurou compensar com simpatia o que infelizmente não vinha tendo condições de retribuir na pista - parou em frente a várias arquibancadas para queimar um pouco de borracha e logo antes da entrada do box fez um "zerinho".    Agitou a galera, mas foi contra o famoso.............regulamento.   Disseram que podia levar multa. kkkk  Não seria surpresa visto a atual fase fria e burocrática da F1.

Veja o vídeo retirado do youtube




No final, uma experiência inesquecível, mesmo sabendo de antemão a pouca chance de ver um brasileiro no pódio.  Ver os carros de perto, ouvir os motores girando lá em cima, sentir a velocidade e o cheiro da gasolina, etc.  A TV pode nos dar conforto e mostrar em detalhes lances que ao vivo acabamos perdendo, mas não tem comparação com essas outras sensações....


Se custasse mais barato, daria para comparecer muito mais.

Grandes agradecimentos à Fátima e crianças que compartilharam esse revival comigo !!!  (eles foram pela primeira vez).  Muito bom !!!



Boa semana!


Roberto Chin



Fonte do youtube:  http://www.youtube.com/user/rodsdantas80

1 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário! Logo ele será publicado.